quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Miles





Diz-se que para esquecer - eu diria suavizar - a perda de um grande amor é arranjar outro grande amor.
Foi o que fiz.

O primeiro amor recebi-o com mês e meio, o segundo adoptei com cinco meses.
O primeiro amor partilhou quinze anos da minha vida, o outro grande amor já vai na segunda semana.
O primeiro era grande e branco e dourado, o novo é pequeno e cinzento e preto.

O primeiro amor enchia-me a carpete de pelos, o segundo arranha-a.
O primeiro amor queria sempre festas, este só quer quando lhe apetece.
O primeiro amor morreu em Setembro, o novo estava a nascer.

O primeiro amor ladrava, este mia.

O primeiro amor chamava-se Thor e era um cão maravilhoso, o segundo chama-se Miles e é um gato espectacular.


4 comentários:

  1. Nenhum segundo amor fará esquecer o primeiro mas de certeza que este será tão especial como o outro!
    Cada um, de maneira diferente, tem formas magnificas que nos fazer apaixonar por ele... mas fica sempre a certeza de que são apaixonados por nós desde o primeiro momento em que lhes abrimos a porta da nossa casa!

    ResponderEliminar
  2. "C'afofoooooooooooo" o Miles! :)
    És um ser humano fantástico e com um coração do tamanho do Mundo e... ARREDORES. Bem hajas <3

    ResponderEliminar