sábado, 2 de fevereiro de 2019

uma música para o fim de semana - Analepsy


Analepsy.
Recordam-se dos Serrabulho da semana passada? A tal banda de Montalegre que navega nas água do grind e com uma vertente mais irreverente?

Os Analepsy, um quarteto lisboeta, retiram essa vertente irreverente e entram (mesmo!) a fundo no género.
A sua música é brutal, tenebrosa, absolutamente explosiva. Uma tremenda arma de destruição maciça.
Afirmam-se como uma banda de slum/ brutal death metal. Seja.
Quando um dia alguém finalmente acertar no dia em que o mundo acabar, o dia do apocalipse, garantidamente os Analepsy vão lá estar a tocar. E deve ter o seu quê estar ao lado deles nesse dia.

Viral Disease surge no álbum Dehumanization by Supremacy. de 1915. É editado pela etiqueta portuguesa... Vomit Your Shirt.


Bom fim de semana ☺





quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

uma ida ao baú - Be Thankful for What You Got (William de Vaughn)


Em 1974, William de Vaughn cantava Be Thankful for What You Got de uma forma brilhante.
Soul clássico, soul em estado puro, cantado com luz, com uma letra bastante positiva que celebrava a  importância, a valorização e a gratidão das pequenas coisas.

Em 1980, William de Vaughn revisitava o mesmo tema e dava-lhe roupagens mais vistosas, mais coloridas. Ele adaptava a canção ao que género que dominava as pistas de dança: o disco sound. Muitos preferem esta segunda versão.
Mas para quem, como eu, soul é soul, ouvir Be Thankful for What You Got nestas roupagens mais exuberantes, foi algo de muito estranho que esteve muito longe de se entranhar.

Nada como o original, da forma como foi pensada, da forma como nasceu.
De Vaughn, agora com 71 anos, não se vai chatear comigo, garantidamente. Até porque iria ter muito trabalho em fazer o mesmo a tantos e tantos outros.




Though you may not drive a great big Cadillac
Gangsta whitewalls
TV antennas in the back
You may not have a car at all
But remember brothers and sisters
You can still stand tall
Just be thankful for what you got

Though you may not drive a great big Cadillac
Diamond in the back, sunroof top
Diggin' the scene
With a gangsta lean
Gangsta whitewalls
TV antennas in the back
You may not have a car at all
But remember brothers and sisters
You can still stand tall
Just be thankful for what you got

Diamond in the back, sunroof top
Diggin the scene
With a gangsta lean, wooh

Though you may not drive a great big Cadillac
Gangsta whitewalls
TV antennas in the back
You may not have a car at all
But remember brothers and sisters
You can still stand tall

Diamond in the back, sunroof top
Diggin the scene
With a gangsta lean, wooh

Diamond in the back, sunroof top
Diggin the scene
With a gangsta lean, wooh

Diamond in the back, sunroof top
Diggin the scene
With a gangsta lean, wooh

Diamond in the back, sunroof top
Diggin the scene
With a gangsta lean, wooh