sábado, 30 de maio de 2015

uma música para o fim de semana - Cláudia Franco



É a canção mais conhecida de Cole Porter e uma das mais conhecidas do Great American Songbook.
Foi escrita em 1932 para o musical Gay Divorce e ficou popularizada pela primeira vez na voz de Fred Astaire em 1934 no filme que teve origem no musical de dois anos antes.

De imediato isto significa que é uma canção super estafada, super ouvida, porque o seu sucesso é tal maneira universal que é difícil encontrar uma alminha do jazz vocal que não tenha passado por Night and Day.

Cláudia Franco, nascida em Porto de Mós, admiradora confessa de Ella Fitzgerald (quem não é??), que por sua vez também a cantou, e de Norma Winstone, no seu álbum de estreia Soul Dance, não é excepção e mergulha igualmente nela. E fez bem.

Tem uma voz bem suave, aveludada, intimista e de toque sedutor que não nos faz desligar do tema que já ouvimos milhares de vezes em milhares de vozes.
O seu scat ajuda à festa. Soa bem. É credível, bem controlado e tímbrico.

Muito fixe quando o saxofone de Ricardo Toscano entra em cena.
Dá de imediato um colorido e frescura que completa muito bem o da voz de Cláudia Franco.
Se a voz Cláudia Franco representar o lado "Night", o saxofone dá-nos o lado "Day".


Bom fim de semana :)





Sem comentários:

Enviar um comentário